Os olhos amarelos dos crocodilos

Duas irmãs com personalidades bem distintas, com problemas nas vidas conjugal e pessoal. Enquanto Iris é a irmã fútil, rica, bonita e sem grandes responsabilidades, Joséphine é uma pesquisadora sobre a Idade Média, recém-divorciada, com problemas financeiros e no relacionamento com sua filha adolescente e sua mãe que não lhe dá o mínimo de reconhecimento. Até aí, nada estranho na relação entre as duas.

Tudo muda quando Iris inventa uma história de que está escrevendo um livro sobre a Idade Média para impressionar sua família. Para dar corpo a sua mentira, ela recorre a sua irmã, que também é escritora. O que ninguém imaginava era que o livro fizesse sucesso…

A partir de então, a comédia francesa Os olhos amarelos dos crocodilos (Les yeux jaunes des crocodiles), dirigida por Cécile Telerman, leva às irmãs a rota de colisão e faz uma análise da mulher moderna.

As irmãs protagonistas do filme são vividas pelas atrizes Julie Depardieu (Joséphine) e Emmanuele Béart (Iris). Na faixa etária dos 40 anos, a dupla retrata uma geração de mulheres que têm medo em falhar na vida pessoal e profissional e que para não estagnarem, recorrem às mentiras para fingir sucesso.

E ninguém melhor do que uma mulher para comandar um filme sobre esse universo. Em seu terceiro trabalho na direção, Telerman continua sua jornada pelo universo feminino. Assim como nos seus dois trabalhos anteriores (Tout por Plaire, 2005 e Algo que Você Precisa Saber, 2009) a diretora namora com a comédia.

Os Olhos Amarelos dos Crocodilos

Um dos motivos da preferência por esse gênero é a leveza em abordar temáticas tão sérias para as mulheres. Além, é claro, de fazer sua crítica à busca obsessiva delas por sucesso a qualquer custo, mesmo que isso custe à infelicidade.

Antes de chegar às telonas dos cinemas brasileiros, Os olhos amarelos dos crocodilos foi exibido no Festival Varilux de Cinema Francês, em Goiânia. Essa é terceira vez que o Festival é realizado no Brasil, e na edição de 2015 será realizado em 50 cidades do país.

Adaptação de Best-seller

Apesar de fazer sua estreia no Brasil no próximo dia 25, o filme francês Os olhos amarelos dos crocodilos já debutou nos cinemas europeus no primeiro semestre de 2014. Ele é uma adaptação do best-seller escrito pela francesa Katherine Pancol em 2012. O romance já foi lançado no Brasil e fez sucesso na França e Espanha.

A obra de Pancol aborda as relações das mulheres que buscam o sucesso – na vida profissional e pessoal – a qualquer custo, mesmo que seja construindo uma vida baseada em mentiras. Assim como no livro, o filme relata a infelicidade, falta de confiança e frustração delas.

Em pouco mais de 490 páginas, Pancol traz uma lição de vida a todas as mulheres. O romance leva a leitora (ou leitor) a se conhecer melhor. Medo de fracasso, de errar, de perder e a busca por nós mesmos. Quem termina o livro perceberá que nem sempre a obsessão por algo mais nos torna mulheres melhores.

Compartilhar2
Twittar
+1
2 Compart.